ATENDIMENTO: 0800 602 67 69

Redação para concursos do Cebraspe. O que você precisa saber?

Muito temida pelos candidatos, a prova de redação para concursos do Cebraspe causa muitas dúvidas. Por isso, vamos te ajudar nessa missão.

Aqui, nesse artigo, o Blog do IMP vai te mostrar o que fazer para melhorar seu desempenho na redação.

Para começar: cuidados básicos para desenvolver uma boa redação para concursos.

  • Dominar a língua portuguesa;
  • Estar bem informado sobre a atualidade;
  • Ter o hábito da leitura;
  • Treinar a produção textual com, pelo menos, um texto por semana; 
  • Aprender a expor as ideias;
  • Não há uma fórmula mágica para uma redação nota 10;
  • Há técnicas que podem ajudar na hora de escrever.
  • Não precisa usar termos rebuscados, escreva de forma coerente e ordenada para que o texto tenha fluidez.  

Com a palavra o especialista:

Para pontuar o que você precisa saber sobre redação para concursos do Cebraspe, o Blog do IMP convocou nossa professora Vânia Araújo.

O conselho número um, da nossa especialista, é para que os candidatos não subestimem, jamais, a prova de redação.

“Infelizmente, no Brasil, a cultura do candidato a concurso, de modo geral, é de valorizar ao extremo as matérias de Direito Constitucional e Administrativo (nos mais diversos certames), de Direito Penal e Processual Penal (no caso das carreiras policiais).  Por isso, sabemos que grande parte consegue gabaritar as questões objetivas, mas muitos obtém resultados pífios na prova de redação – o que compromete a sua classificação.  É necessário que os alunos percebam que os editais estão mudando e muitos já trazem outros conteúdos como estrelas das provas e a língua portuguesa tem sido um desses conteúdos que têm ganhado protagonismo: daí a necessidade de mudar a forma de estudar”, explica.

Dicas imperdíveis

Então, fique atento e confere o nosso bate-papo completo.

Ah! No final do texto, você encontra um aula para assistir e reforçar o conteúdo sobre o assunto.

Como funciona a redação para concursos do Cebraspe?

A apresentação da prova de redação do Cebraspe ocorre da seguinte forma:

  • A Banca apresenta de um a quatro textos considerados motivadores (que pressupõem o alinhamento das ideias, sem que o candidato reproduza nenhum trecho de forma literal);
  • A partir daí é apresentado ao candidato o tema da redação (assunto sobre o qual gira todo o texto);
  • Seguem-se ao tema os quesitos elencados, os quais podem aparecer de maneira vertical ou linear. Normalmente, a Banca elenca três quesitos, mas, em alguns casos, podem aparecer dois ou quatro. 

OBS.: Esporadicamente, o Cebraspe pode apresentar, em alguns certames, o tema sem nenhum quesito elencado.

Existe um modelo que o candidato pode seguir para fazer uma boa redação para concursos do Cebraspe?

Para a Banca Cebraspe, não há como criar modelos para os alunos seguirem, já que o objeto principal de avaliação é o conteúdo, que normalmente é bastante amplo.

Efetivamente, os alunos precisam conhecer as variantes de dissertação cobradas e produzir os textos observando os critérios de cada variante.

Quais as modalidades de texto o Cebraspe costuma cobrar?

São três modalidades de dissertação cobradas pelo Cebraspe na atualidade: a expositiva – com roteiro (a mais frequente nas provas); a argumentativa – com roteiro (a mais recente); a argumentativa – sem roteiro (menos cobrada).

Quais as características gerais dessas modalidades?

  • DISSERTAÇÃO EXPOSITIVA COM ROTEIRO: texto de viés mais conceitual e informativo, que traz elencados aspectos relevantes do tema para o candidato apenas esclarecer (nunca opinar sobre o assunto). Tem uma estrutura livre, bastante enxuta.
  • DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA COM ROTEIRO: texto híbrido, já que, embora obedeça ao paradigma tradicional de dissertação preconizado pelos teóricos da área, entremeia a abordagem expositiva na vertente opinativa.
  • DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA SEM ROTEIRO: modalidade efetivamente argumentativa, em que o candidato deverá expor o seu ponto de vista sobre tema determinado pela Banca e sustentá-lo por meio de argumentos sólidos e objetivos.

O Cebraspe costuma apresentar o tema geral e comandos específicos por itens. O candidato precisa abordar todos esses tópicos na sua redação?

Ele não somente precisa abordar todos os tópicos (normalmente o comando traz “aborde necessariamente os tópicos”) como também não deve mudar a sua ordem de maneira nenhuma. Para corrigir, o examinador recebe um briefing que traz os assuntos na mesma ordem em que aparecem no comando da prova.

E necessário seguir o padrão: introdução, desenvolvimento e conclusão?

Primeiro, precisamos esclarecer que a estrutura tradicional de introdução, desenvolvimento e conclusão é uma das estratégias de convencimento utilizadas na dissertação argumentativa. Então, nas dissertações argumentativas (com ou sem roteiro), é recomendável seguir essa estrutura

No entanto as expositivas, por seu caráter meramente informativo, podem prescindir da abertura de parágrafos específicos de introdução e conclusão.

É imprescindível que a redação tenha um título?

Ao contrário! É necessário que ela não tenha título. A Banca não pede título, por isso a sua colocação é considerada marca no texto, objeto, portanto, de apenação.

Em uma redação para concursos do Cebraspe, quais os maiores erros dos candidatos?

No que tange aos aspectos microestruturais (estrutura gramatical): erros de regência, crase, concordância e uso da vírgula são os mais recorrentes.

Em relação aos aspectos macroestruturais (conteúdo), o principal erro é o de fuga parcial ao tema. Muitas vezes, pelo fato do candidato não decifrar corretamente o comando da prova e não entender a proposta de texto.

Observar temas de provas anteriores pode ajudar o candidato a estudar?

Com certeza!

Quando o candidato confronta os temas cobrados com os respectivos padrões de respostas, ele passa a compreender mais claramente a dinâmica de prova do Cebraspe.

Além disso, ao praticar os temas já cobrados, ele vai assimilando novos conteúdos e ganhando mais fluidez e eficiência na elaboração de textos.

O Cebraspe costuma repetir temas de redação?

Sim, bastante!

O Cebraspe é uma banca que costuma repetir rotineiramente temas em provas variadas. Por exemplo, “Inquérito Policial” caiu em uma prova da Polícia Civil de Goiás e em uma do STM; a violência contra a mulher e a Lei 11.340/2006 – Lei Maria da Penha – também já foram exaustivamente exploradas em muitos certames; além de outros temas.

Últimas observações!

Em relação à redação, temos contra nós o fato de que nós brasileiros somos pouco dados à leitura, além de sermos pouco seletivos quanto ao que lemos de modo geral. 

Outro problema sério é o fato de muitos alunos ainda buscarem caminhos fáceis em seus estudos. Muitos ainda se veem presos a macetes de gramática, esqueletos e modelos prontos de redação e outras estratégias que os livrem do estudo sério e comprometido, o qual, apesar de ser mais demorado é o que efetivamente os conduzirá ao sucesso.

Entretanto, o candidato que pretende obter bom resultado nas provas do Cebraspe precisa entender que a prova de redação será crucial nesta etapa, e mais, que, para fazer uma excelente redação, é preciso ler muito e praticar a escrita mais ainda!

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *