ATENDIMENTO: atendimento@imponline.com.br

Preparação para Concursos Públicos: dicas para estudar de forma eficiente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Para que uma preparação para concursos públicos seja eficaz, você precisa muito mais do que contabilizar horas e horas de estudo. Com certeza, existem muitas variáveis que influenciam na sua preparação e podem significar o sucesso ou fracasso na sua aprovação.

Você sabe estudar de forma eficiente?

Essa é uma dúvida muito comum entre os candidatos. Para você entender os aspectos que vão te ajudar a  melhorar sua preparação, e torná-la mais eficaz, nosso professor Emerson Douglas, professor Regimentos do Legislativo e tribunais, Controle Externo para o TCU, Legislação do MPU e da Abin, Lei Orgânica do DF, separou várias dicas importantes.

Neste artigo você vai encontrar tópicos sobre:

  • A escolha do concurso e da carreira;
  • Como dividir sua rotina diária: estudo, família e trabalho;
  • Como definir o que estudar;
  • Planejamento de estudo antes e pós edital;
  • Como definir metas de curto, médio e longo prazo;
  • Técnicas de estudo;
  • Mensuração de resultados.

Preparação para Concursos Públicos: a escolha do concurso

Sobre a escolha do concurso, o ideal é que você escolha um concurso ainda sem edital. Porque estudar com o edital já na praça é muito estressante. Escolha um concurso que ainda não teve o edital publicado, mas que tenha uma perspectiva de ser publicado dali a 2 ou 3 meses. Outra questão, fique atento ao que você sonha, ao que você imagina em relação a escolha do concurso. 

Preparação para Concursos Públicos: a escolha da carreira

Sobre a escolha de uma carreira, você tem que escolher com base no que se imagina fazendo, no que se imagina vivendo no dia a dia. Acredito que tem mais a ver com isso, porém, em relação a carreira eu tenho uma observação a fazer: muita gente fica pensando na carreira ideal é às vezes o ideal é você ter um cargo público. Garantir seu sustento, sua sobrevivência, garantir melhoria de vida para você e para quem você ama. 

Então, a carreira eu diria, que ao meu ver, não é o mais importante. O mais importante é conquistar esse primeiro cargo público, agora, quem já tem um cargo público e quer fazer um upgrade, aí a história é diferente. Essa pessoa já garantiu o mínimo existencial e ela tá na batalha por algo melhor, algo maior, algo mais desafiador.

Outro dia conheci um aluno que já é analista de tribunal e está em busca de ser analista do Senado, é tudo analista, mas o do Senado paga mais e a pessoa está atrás especificamente desse cargo. Mas essa é a exceção da exceção. O mais comum é a pessoa não ter ainda nenhum cargo público e estar em busca do primeiro. Ai a dica é: baixe um pouco a exigência, esteja mais aberto às possibilidades. 

Como organizar a rotina diária, dividindo o tempo entre trabalho, família e estudo?

Eu costumo dizer que eu não me tornei coach porque o que eu falo é muito diferente do que eu costumo ouvir dos coachs. Eu super acredito neles e tudo, mas, pra mim é um pouquinho diferente.

Eu vejo muita gente falando em sofrimento, em aprender a sofrer, e eu penso no oposto. Como conciliar estudos, trabalho e família. Você tem que construir uma maneira de não sofrer, ou pelo menos sofrer o mínimo necessário. Porque, quem sofre tende a não aguentar muito tempo, é a questão do competidor de tiro curto, ele vai sofrer rapidinho e acabou. E concurso não é isso, concurso tem mais a ver com uma maratona. 

A maneira de conciliar especificamente é aproveitando cada minuto que você tiver. Então se você é dessas pessoas que tem duas horas de almoço, para uma hora para almoçar já contando meia hora para comer e meia hora para fazer uma pequena digestão e aproveita essa uma hora. Dá pra ver dois vídeos do nosso IMP Online, e aprender um monte de coisa nessa uma hora. Se você não gosta tanto de vídeo lê um PDF, um livro, de todo jeito essa uma hora vai render. Isso durante a semana. Chega no fim de semana você não vai dizer um adeus, você vai dizer um até breve, para churrasco, aniversário, esse tipo de coisa. Vai dizer um até breve e vai estudar o máximo possível. 

Como definir o que estudar?

Em relação a como definir o que estudar, eu acho muito saudável que você estude matérias diferentes a cada dia. Por exemplo, se você nunca estudou nada, está começando agora os estudos, eu começaria com Português, Direito Constitucional, Direito Administrativo. Essas três por vários dias e mais adiante eu acrescentaria outras matérias.

]Se seu concurso vai ter Matemática e Raciocínio Lógico, já vai se tornar um quarteto, ao invés de uma tríade, e aí você vai acrescentando aos poucos. Muito cuidado, não fique na zona de conforto de estudar aquilo que você já sabe bastante ou já tira boas notas. Isso não vai adiantar nada ou praticamente nada. 

Como organizar um bom planejamento de estudos antes do edital?

Vai depender do horário de cada pessoa. Digamos que pela manhã você quer fazer aula presencial no IMP Presencial, à tarde suponha que você trabalha de 13h às 20h, como fazer? Pegue a matéria que você teve aula no dia e a noite, depois do trabalho, revise. Aula dada, aula revisada. Então você teve a aula, quando você revisar você estará fixando aquele conteúdo.

Uma maneira que considero inteligente de fixar conteúdo é: tudo que você estudar, você ter como norte entender a lógica por trás daquilo, entender que as normas foram escritas por outros seres humanos, pessoas de bom senso. Em regra, não foi um louco que escreveu aquela lei ou norma que você está estudando, então tudo tem uma lógica, um sentido.

Então o que eu digo é que nunca abdique de raciocinar, de pensar. Sou super contra de quem diz assim: não pensa, decora isso aqui!  O que a gente apenas tenta decorar de forma totalmente solta e aleatória vai embora muito fácil, muito rapidamente. Você dificilmente vai conseguir se lembrar das coisas. 

• PREPARAÇÃO PRESENCIAL

Como dar continuidade à preparação após o edital?

Se você construiu uma base, se você já estudou Português, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Matemática e Raciocínio Lógico, agora é a hora de você priorizar as surpresas, as novidades que todo edital vai ter. Nenhum edital vai ser igualzinho ao anterior, sempre vai ter uma surpresinha aqui outra ali. E aí é a hora de você ir atrás disso.

Saiu o edital é hora de você ir atrás do que tem de diferente e que você não estudou ainda. E mandar ver, não tem que ficar com sentimento de derrota antes, falando que não vai dar tempo. Você não sabe! Tente e meta a cara, vai pra cima.

Definindo metas

Metas de Curto Prazo

Estude todos os dia, ainda que seja pouco, ainda que haja problemas, ainda que haja contas não pagas, ainda que esteja recebendo ligação de cobrança, ainda que tenha tido uma tragédia, como uma morte de uma pessoa próxima como um amigo, um familiar ou alguma coisa assim. Não perca o hábito.

Estudar tem que ser um hábito. E quando for um hábito, você vai sofrer menos com isso ou não vai sofrer. Vai até sentir falta. Ouço relatos de pessoas que estão muito acostumadas a estudar, que quando param sentem falta. A meta a curto prazo seria isso, estudar todo dia, criar esse hábito de estudar. Não precisa ser muito, mas com frequência. 

Meta de médio prazo

Passar num concurso de menos concorrência, um concurso que a tua concorrência não vai ser tão gabaritada, por exemplo, tua concorrência no Senado vai ser absurda, quem não quer um cargo no Senado? Mas para um outro cargo menos visado, talvez seja uma boa meta a médio prazo.

Meta de longo prazo

Eu deixaria pra meta de longo prazo o concurso do Senado, por exemplo, o concurso dos sonhos. Mas eu não estou dizendo pra pessoa não fazer o concurso do Senado, ela tem que fazer também, mas tem que ter um plano B. 

Tenha um plano B

É essencial na vida sempre ter um plano B. Então você está lá estudando a curto e médio prazo, eu quero passar no Detran, mas o meu sonho mesmo é o Senado ou a Polícia Legislativa. Você vai estudar para o Detran, mas se sair o edital do Senado você não vai deixar de tentar, você não pode morrer de véspera. Lembrando sempre que sou professor, concurseiro e não coach. 

Um bom planejamento de preparação para concursos públicos precisa contemplar o bem-estar físico, psicológico e o tempo de lazer. Como equilibrar?

O ideal de vida é a gente conseguir o equilíbrio e conciliar tudo. O que eu digo é o seguinte, se você não tiver nenhum lazer ou alguma válvula de escape, você vai pirar e não vai passar. Então você precisa ter, diariamente, válvulas de escape. Como fazer isso? Por meio dos intervalos.

Se você não der intervalos no seu estudo, seu estudo vai virar uma tortura e você não quer isso, você quer estudar de forma eficiente e de forma inteligente. Quem passa não é quem sofre mais e Deus fica com pena, quem passa é quem é mais eficiente. E a eficiência envolve dar pausas, intervalos.

Quais são as técnicas de estudo mais eficazes para que a preparação para concursos públicos seja eficiente?

Gosto muito de cronometrar e não gosto de engessar. Quando estou trabalhando, gosto de trabalhar no máximo 1h, estourando 1h30 consecutivas. Preciso de um intervalo de pelo menos meia hora. Quando estou estudando esse prazo cai, consigo estudar no máximo 1h, as vezes 50 min, e já estou cansado. Isso porque quando a gente está mesmo aprendendo o cérebro cansa. E se for matéria nova cansa mais ainda, então não é charme nem firula, intervalos são essenciais. E no intervalo faça algo que desopile.

• PREPARAÇÃO PRESENCIAL

Como mensurar se o conteúdo está sendo bem absorvido durante o processo de preparação para concursos públicos?

Aplicando. Dizem que quem aprende de verdade é o professor, porque ele te ensina aquilo que ele estudou. Então experimente isso, se você tiver alguém, um grande amigo ou o mozão ou seu colega de estudo, dê a aula daquilo que você está estudando. Se não tiver ninguém, se você for dessas pessoas mais antissociais, não tem problema, de aula para o espelho. Treine, como se você fosse lecionar, porque assim a gente percebe lacunas e se está faltando alguma coisa no nosso entendimento. Uma outra alternativa, se não for no espelho, é gravar uma aula e depois ouvir.

Leia também:

Nova lei de licitações e concursos públicos: tudo o que você precisa saber

Eleições e concursos públicos: mitos e verdades

Conteúdo gratuito para concursos públicos

Acesse nossas aulas online gratuitas:

Categorias

Notícias recentes

Curta o IMP Online

Fique por dentro

Se inscreva já pra receber as notícias em primeira mão!

Concursos em Destaque