ATENDIMENTO: atendimento@imponline.com.br

Informática para Policial Penal do DF: como estudar?

Em fase de contratação da banca organizadora, o concurso para Policial Penal do DF tem previsão de edital para novembro. Quer saber como estudar informática? Não deixe de ler este artigo.

Por que a informática será um diferencial na sua aprovação?

Cada vez mais, a disciplina de informática está ganhando protagonismo em várias provas de concursos públicos. Claro que não é diferente nos certames para carreiras policiais. 

Segundo nosso professor Renato Mafra, especialista graduado em análise de sistemas, ministra aulas há 16 anos como professor de informática para concursos, esta importância acontece por conta do próprio perfil de funcionário público que as corporações estão buscando, um profissional que seja capacitado para usar os recursos tecnológicos no desenvolvimento do seu trabalho. 

 Acredito que a informática vem ganhando importância pelo próprio perfil tecnológico das instituições. Cada vez mais utilizamos sistemas informatizados para melhorar o dinamismo nas funções de trabalho. Hoje informatizar não é questão de querer e sim de necessidade para melhorar o perfil do serviço prestado”, explica ele. 

Lançamento do edital 

Com previsão de lançamento ainda este mês, o edital deverá ser bem parecido ao do último concurso, realizado em 2014. Porém, nosso especialista ressalta que novos pontos devem ser acrescentados. 

“Eu acredito que o edital será, de forma geral, semelhante ao do último concurso. Porém, o candidato deve acrescentar ao estudo os pontos que foram usados em outros editais nacionais para o mesmo segmento, como: a mineração de dados, sistemas de Big Datas e tomada de decisões”, explica ele.

Vamos ao que interessa! Nós vamos te ajudar a organizar, planejar e otimizar sua preparação em informática para Policial Penal do DF.

Fases do concurso para Policial Penal do DF

O certame será composto por 05 fases e deve contemplar 1.179 vagas, distribuídas em imediatas e de formação de cadastro de reserva. As nomeações de 400 vagas devem ocorrer em junho de 2022.

Neste artigo você vai descobrir:

  • Qual conteúdo estudar;
  • Como organizar um cronograma de estudos até a prova;
  • Número de questões que devem ser cobradas sobre a disciplina no certame;
  • Como aproveitar a preparação para Policial Penal do DF para outros concursos da área que estão abertos em vários Estados;
  • Como revisar o conteúdo.

Qual seria o conteúdo fundamental de informática para se preparar para o concurso de Policial Penal do DF?

O conteúdo que sempre é destaque passa do entendimento de uma rede de computador, tipos de topologias, abrangência, protocolos e seus diferentes serviços, seja em uma rede local ou na rede pública Internet, é importante dominar os termos ligados à Nuvem de computador e a parte de segurança das aplicações.

Como o candidato deve elaborar seu cronograma de estudos de informática para Policial Penal do DF?

O primeiro ponto é organizar o edital de forma que o conteúdo inicial sirva de base para os demais conteúdos. Sempre vejo muitos que se dedicam a temas mais complexos, mas não dominam a base, se esquecem que sem a base um conteúdo mais complexo fica mais distante de ser bem compreendido.

Quantas questões de informática você acredita que cairá na prova?

Um grupo de 10 questões, considerando os seguintes tópicos:

  • Sistema operacional;
  • Conceitos de internet e intranet;
  • Segurança da informação;
  • Pacote de escritório e novas tecnologias, como mineração, inteligência e Big Data.

Qual a melhor estratégia de revisão de conteúdo para a disciplina?

Evolua com o conteúdo, entenda em que contexto o item está, depois determine o que o item é capaz de fazer e por último o que ele não faz. Muitas questões derrubam o usuário por alegar que uma ferramenta específica faz algo fora do seu escopo e o usuário por não se preparar com a definição que inclui o padrão do que a ferramenta não faz, acaba se perdendo e assim perdendo também o ponto no item.

Por último, crie resumos que sejam resumos, ou seja, cada vez mais diretos e sucintos, o que vejo são materiais que não se resumem e candidatos que vão se tornando especialista do profundo e se perdem no básico.

Para quem já vem se preparando para carreiras policiais, há como aproveitar o conhecimento adquirido?

Certeza que sim, mas cuidado!

Vejo muitos que se prepararam de forma errada para PCDF e PF se aprofundando em temas que não estavam nos editais, indo em um item que ficou nas entrelinhas e perdendo pontos nos itens descrito e repetidos do edital.

Fica o alerta: estudar certo é tão importante quanto estudar, não adianta apoiar sua escada e tentar subir melhorando seu conhecimento em um assunto que não será cobrado em sua prova, afinal, quanto mais você subir, mais estará distante do conteúdo certo.

Vários concursos para Policial Penal estão sendo abertos em outros estados e outros estão previstos. É possível se preparar ao mesmo tempo para estas provas?

Sim, um mesmo tema é cobrado por diferentes bancas, abordagens diferentes, mas com um mesmo assunto, sempre faço a criação de materiais para aulas, presenciais e online que mostram que o enunciado utilizado por uma banca em uma prova, serve de resposta para diferentes questões das mais variadas provas.

Lembre-se: o melhor material sempre virá da abordagem prática dos itens, assim podemos saber o que e como os itens são abordados.

Leia também:

Como analisar um edital de concurso público: tudo que você precisa saber

Como aproveitar a preparação da PCDF para Polícia Penal

Leia mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *