Concurso TJ SC: vale a pena?; Confira recomendações

Concurso TJ SC: vale a pena?; Confira recomendações

Atenção, concurseiros interessados em ingressar no setor judiciário! Nesta segunda-feira, 25 de março, foi divulgado novo edital para o Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina.

Esta edição prevê vagas para os cargos de:

  • Analista Administrativo;
  • Analista Jurídico;
  • Assistente Social;
  • Engenheiro Civil;
  • Engenheiro Eletricista;
  • Oficial de Justiça e Avaliador;
  • Técnico Judiciário Auxiliar.

As inscrições ocorrerão entre os dias 27 de março e 25 de abril e deverão ser feitas no site da FGV Conhecimento, que será a banca examinadora do certame.

A taxa de inscrição segue o valor de R$ 90,00 e deverá ser paga até dia 26 de abril, caso contrário o candidato não terá homologação para prestar o concurso. O pagamento ocorre via GRU e pode ser feito em instituição bancária ou via Pix.

Para solicitar a isenção, os interessados tem até o dia 1 de abril, mediante upload de documentação no site da FGV.

Técnico Judiciário Auxiliar tem exigência de escolaridade de nível médio, enquanto os demais são para nível superior.

A remuneração inicial de nível médio é de R$ R$ 5.515,07 e a de nível superior é de R$ 9.493,61 – além de benefícios. A carga horária para todos os cargos é de 35h.

Seleção ocorrerá exclusivamente por prova objetiva de múltipla escolha a ser aplicada no dia 9 de junho – o que garante bastante tempo para se preparar. Os locais de prova serão nas seguintes cidades:

  1. Florianópolis;
  2. Criciúma;
  3. Lages;
  4. Joinville;
  5. Blumenau;
  6. Itajaí;
  7. Canoinhas;
  8. Chapecó;
  9. Joaçaba.

Serão 80 questões, subdivididas entre gerais e específicas, de acordo com grupos de cargos. Confira:

  • Analista Administrativo, Assistente Social, Engenheiro Civil e Engenheiro Eletricista (Nível Superior):

  • Analista Jurídico e Oficial de Justiça (Nível Superior) e Técnico Judiciário (Nível Médio):

Cadastro de reserva: porque vale a pena

Muitos concurseiros estão desanimando deste certame porque as vagas disponibilizadas são exclusivamente para formação de cadastro de reserva.

Mas será que concorrer nesta seleção deixa de valer a pena por conta disso?

Primeiro, devemos levar em conta que a temida sigla CR ou cadastro de reserva, se tornou modus operandi do serviço público desde decisão do STJ de 2009. Ali o Supremo determinava que todos os aprovados em um lote de vagas tem direito à nomeação. Antes disso um certame podia oferecer 10 vagas, por exemplo, mas convocar de fato menos que isso.

A administração pública adotou o cadastro de reserva para evitar se comprometer com vagas que não poderia de fato oferecer imediatamente.

Então no concurso TJ-SC é só incertezas?

O fato de o TJ-SC ter liberado este concurso só para formação de cadastro de reserva não quer dizer que não haja vacância no órgão. Além disso, a seleção é válida para 9 munícipios da comarca em questão.

Vale lembrar que no serviço público há rotatividade considerável. Muitos servidores trocam uma carreira por outra mais atrativa, prestando novo concurso. Além de exonerações, aposentadorias, lei para novos cargos, aumento de demanda de mão de obra.

Exemplos de CR que superaram expectativas

Vejamos alguns casos em que as vagas oferecidas eram muito menores que as nomeações que ocorreram – lembre que os órgãos adotam o CR para não se comprometerem.

Em 2011, o TRT23 abriu concurso com 16 vagas imediatas, mais o cadastro de reserva, mas nomeou surpreendentes 1.002 candidatos.

Em 2012, o caso do TRF2 foi ainda mais simbólico. Abriu concurso só para formação de cadastro de reserva, mas no final 1.032 nomeações aconteceram.

Mesmo com o MPU já observamos tal tendência. Em 2018, dois editais foram abertos, um com 36 vagas imediatas e o segundo com 11. No primeiro se deram 77 nomeações e no segundo mais de 200!

Mais experiência, mais prática

No limite, toda oportunidade deve ser aproveitada quando se trata de concursos.

Quem já está em ritmo de preparação sabe o valor de um simulado bem aplicado para treinar ainda mais. Imagina então a experiência de prova que se pode adquirir participando de uma seleção para valer!

Além disso, o conteúdo programático que você vai estudar para o TJ-SC poderá ser reaproveitado em diversos outros certames, do âmbito judiciário e de outros.

Você entre os melhores

Se você quer vencer no universo dos concursos, o que você precisa é de planejamento e progressão. Aqui no IMP Concursos temos diversas turmas e cursos que vão impulsionar seu conhecimento em diversos temas, desde o básico até o avançado.

Clique no link a seguir e saiba como adquirir o melhor curso para seus objetivos.

QUERO SER APROVADO EM CONCURSO

Resumão

  • Órgão: Tribunal de Justiça de Santa Catarina
  • Situação: edital publicado
  • Banca: FGV Conhecimento
  • Cargos: diversos
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Vagas: cadastro de reserva
  • Remuneração: R$5.515,07 a R$9.493,61
  • Inscrições: 27 de março a 25 de abril
  • Prova: 9 de junho
  • Acesse o edital completo do concurso TJ-SC!

Tudo o que você precisa saber do mundo dos concursos públicos em um só lugar!

Entre agora para o grupo de notícias do IMP Concursos no whatsapp e fique por dentro de todas as novidades em tempo real! Clique no botão abaixo:

QUERO FICAR BEM INFORMADO

Voltar para o blog

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato com o nosso atendimento