Concurso Bacen: provas dia 19 de maio!

Concurso Bacen: provas dia 19 de maio!

Banco Central do Brasil (Bacen) é a chance que você estava esperando para tornar-se servidor público da área bancária. A nova edição do certame será realizada em 2024 e o IMP Concursos tem o curso perfeito para você garantir sua vaga, nossa proposta online irá te permitir estudar quando e onde quiser.

Na modalidade online para o Bacen oferecemos curso completo inteiramente referenciado no edital da Cebraspe, cobrindo todos os tópicos para garantir a você o conhecimento e a experiência de prova que irão te levar a tão sonhada vaga de servidor público. Você terá 365 dias de acesso ao conteúdo do curso.

Conheça nossa seleção de professores (a equipe docente pode mudar a qualquer momento por necessidade do IMP):

Ronaldo Paiva (Legislação); José Trindade (Legislação); Emannuelle Gouveia (Legislação); Denise França (Interpretação de texto); Raquel Cesário (Gramática); Urani (Atualidades); Walter Sousa (Estatística); Letícia Bastos (Redação discursiva).

Situação atual

Certame com edital publicado e fase de inscrições definida entre os dias 22 de janeiro e 20 de fevereiro até às 18h. A banca organizadora é o Cebraspe e a inscrição deve ser feita no site do centro.

Prazo de pagamento da taxa de inscrições, no valor R$150,00, é 13 de março de 2024.

Edital sofreu 3 retificações até o momento. Acesse o edital atualizado e confira!

Vagas

A seleção será de 100 vagas para o cargo de Analista do Banco Central do Brasil. As vagas estão divididas igualmente entre Tecnologia da Informação (TI); e Economia e Finanças.

Certame contará com 20% das vagas providas para pessoas negras (20 vagas) conforme a Lei nº 12.990, de junho de 2014. Além de 5% das vagas (6 no total) para pessoas com deficiência (PcD) conforme Lei nº 8.112/1990.

Atribuições

De acordo com a Lei nº 9.650, de 1998, as atribuições de Analista do Banco Central do Brasil são:

  • formulação, execução, acompanhamento e controle de planos, programas e projetos relativos a: a) gestão das reservas internacionais; b) políticas monetária, cambial e creditícia; c) emissão de moeda e papel-moeda; d) gestão de instituições financeiras sob regimes especiais;  e) desenvolvimento organizacional; e f) gestão da informação e do conhecimento;
  • gestão do sistema de metas para a inflação, do sistema de pagamentos brasileiro e dos serviços do meio circulante;
  • monitoramento do passivo externo e a proposição das intervenções necessárias;
  • supervisão do Sistema Financeiro, compreendendo: a) organização e a disciplina do sistema; b) fiscalização direta das instituições financeiras e das demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil; c) monitoramento indireto de instituições financeiras, de conglomerados bancários, de cooperativas de crédito, de sociedades de crédito ao micro-empreendedor, de administradoras de consórcio, de agências de fomento, de demais entidades financeiras independentes e de conglomerados financeiros que não possuam entre suas empresas bancos de qualquer espécie; d) prevenção de ilícitos cambiais e financeiros; e) monitoramento e análise da regularidade do funcionamento das instituições sujeitas à regulação e à fiscalização do Banco Central do Brasil; f) proposta de instauração de processo administrativo punitivo aplicado às instituições sujeitas à regulação e à fiscalização do Banco Central do Brasil; e g) análise de projetos, de planos de negócio e de autorizações relacionadas ao funcionamento de instituições sujeitas à fiscalização do Banco Central do Brasil;
  • elaboração de estudos e pesquisas relacionados a: a) políticas econômicas; b) acompanhamento do balanço de pagamentos; c) desempenho das instituições financeiras autorizadas a funcionar no País; e d) regulamentação de matérias de interesse do Banco Central do Brasil;
  • formulação e proposição de políticas, diretrizes e cursos de ação relativamente à gestão estratégica dos processos organizacionais;
  • fiscalização das operações do meio circulante realizadas por instituições custodiantes de numerário;
  • elaboração de relatórios, pareceres e de propostas de atos normativos relativos às atribuições previstas neste artigo;
  • realização das atividades de auditoria interna;
  • elaboração de informações econômico-financeiras;
  • desenvolvimento de atividades na área de tecnologia e segurança da informação voltadas ao desenvolvimento, à prospecção, à avaliação e à internalização de novas tecnologias e metodologias;
  • desenvolvimento de atividades pertinentes às áreas de programação e execução orçamentária e financeira, de contabilidade e auditoria, de licitação e contratos, de gestão de recursos materiais, de patrimônio e documentação e de gestão de pessoas, estrutura e organização;
  • representação do Banco Central do Brasil junto a órgãos governamentais e a instituições internacionais, ressalvadas as competências privativas dos Procuradores do Banco Central do Brasil; e
  • atuação em outras atividades vinculadas às competências do Banco Central do Brasil, ressalvadas aquelas privativas dos Procuradores do Banco Central do Brasil.

A jornada de trabalho para o cargo de analista é de 40h semanais.

Remuneração e Benefícios

Para a carreira de Analista, o Banco Central dispõe subsídio de R$ 20.924,90, conforme a Lei nº 11.890, de 2008.

    Provas 2024

    O Cebraspe utilizará para a edição deste ano seletiva com as seguintes etapas de avaliação: provas objetivas, provas discursivas, sindicância de vida pregressa, avaliação de títulos e programa de capacitação.

    Provas objetivas e discursivas serão aplicadas no dia 19 de maio de 2024.

    Serão duas provas objetivas, uma de conhecimentos básicos e outra de específicos. Ambas terão questões no modelo de certo ou errado, no qual diversos itens serão agrupados e responderão especificidades de um problema ou comando.

    Para a etapa dissertativa, também haverá duas provas. Sendo a primeira (p3), a elaboração de uma dissertação de até 40 linhas acerca de atualidades. Enquanto a segunda (p4) será uma situação-problema a ser resolvida em dissertação de até 80 linhas.

    Confira a seguir a tabela de descrição das etapas fornecida pelo edital do Cebraspe:

     

    Requisitos

    Para o cargo de Analista do Banco Central do Brasil, tanto para a área de Tecnologia da Informação quanto para a de Economia e Finanças o requisito é: diploma, devidamente registrado, de conclusão de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

    Últimos concursos

    Em 2013, ocorreu a versão anterior do certame do Banco Central. O edital à época também foi organizado pelo Cebraspe. Apesar de separado por 11 anos do edital de 2024, vale a pena conferir por ter sido feito pela mesma banca desta edição.

    Foram 500 vagas de nível médio e superior para cargos de Analista e Técnico em especialidades diversas.

    Houve 88.589 inscritos, uma relação de mais de 110 concorrentes por vaga.

    As provas antigas podem ser acessadas pelo site do Cespe.

    Como devo me preparar para o Concurso Bacen?

    Trabalhar a saúde mental e o foco, organização, rotina, conteúdo programático, simulados. São diversas as etapas para construir o caminho da aprovação em concursos públicos.

    No IMP Concursos contamos com os professores mais qualificados do mercado, além de um time pedagógico excepcional, desde coordenadores a produtores de conteúdos. É por isso que oferecemos os cursos ideais para você se superar, sair na frente da concorrência e conquistar a tão sonhada vaga no serviço público.

    Converse com um de nossos consultores e venha agora mesmo fazer parte desta seleção de aprovados.

    QUERO SER APROVADO NO BACEN

    Conteúdo Programático

    Confira os tópicos de estudo exigidos pelo o edital do Cebraspe para o concurso do Bacen, o conteúdo programático a ser cobrado:

    Conhecimentos básicos:

    Língua portuguesa: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 

    Noções de lógica e estatística: 1 Raciocínio lógico. 1.1 Estruturas lógicas. 1.2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 1.3 Lógica sentencial (ou proposicional). 10.3.1 Proposições simples e compostas. 1.3.2 Tabelas-verdade. 1.3.3 Equivalências. 1.3.4 Leis de Morgan; problemas. 2 Noções de estatística. 2.1 População e amostra. 2.2 Histogramas e curvas de frequência. 2.3 Medidas de posição: média, moda, mediana e separatrizes. 2.4 Medidas de dispersão absoluta e relativa. 2.5 Probabilidade condicional, independência. 2.6 Variável aleatória e funções de distribuição.

    Direito Administrativo: 1 Administração pública: princípios básicos. 1.1 Administração direta e indireta. 2 Poderes administrativos. 2.1 Espécies de poder: hierárquico, disciplinar, regulamentar, de polícia e normativo. 2.2 Uso e abuso do poder. 3 Organização administrativa brasileira. 3.1 Serviços públicos: conceito e princípios. 3.2 Autarquias, agências reguladoras, agências executivas, fundações públicas, empresas públicas, sociedades de economia mista. 4 Ato administrativo. 4.1 Conceito, requisitos e atributos. 4.2 Comunicação dos atos administrativos. 4.3 Anulação, revogação e convalidação. 4.4 Discricionariedade e vinculação. 5 Servidores públicos: cargo, emprego e função públicos. 5.1 Lei nº 8.112/1990 (Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União) e alterações. 5.1.1 Disposições preliminares. 5.1.2 Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição. 5.1.3 Direitos e vantagens. 5.1.4 Regime disciplinar. 5.1.5 Seguridade social do servidor: aposentadoria e pensão civil. 5.1.6 Processo administrativo disciplinar. 6 Improbidade administrativa. 7 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal (Decreto nº 1.171/1994). 8 Código de Conduta da Alta Administração Federal. 9 Lei de conflito de interesses (Lei nº 12.813/2013). 10 Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011). 11 Lei nº 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais).

    Fundamentos de Macroeconomia e Microeconomia: I Macroeconomia: 1 Contas nacionais. 2 Agregados monetários. 3 Multiplicador monetário, criação e destruição de moeda. 4 Contas do sistema monetário. 5 Balanço de pagamentos. II Microeconomia: 1 Estrutura de mercado. 1.1 Formas de organização da atividade econômica, o papel dos preços, custo de oportunidade e fronteiras das possibilidades de produção. 2 Oferta e demanda. 2.1 Curvas de indiferença. 2.2 Restrição orçamentária. 2.3 Equilíbrio do consumidor. 2.4 Efeitos preço, renda e substituição. 2.5 Curva de demanda.  2.6 Elasticidade da demanda.

    Atualidades (somente prova discursiva): 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia.

    Conhecimentos específicos:

    Cargo: Analista – Área: Economia e Finanças

    Macroeconomia: 1 Principais modelos macroeconômicos: modelo clássico, modelo novo-keynesiano, modelos de oferta e demanda agregadas; modelos de crescimento; modelos de escolha intertemporal (consumo, investimento, gastos do governo e conta corrente). 2 Política monetária: regras versus discricionariedade; modelos de credibilidade; convencionais e não convencionais; objetivos e instrumentos; regime de metas para a inflação. 3 Política macroprudencial e estabilidade financeira. 4 Política fiscal. Déficit e dívida pública. 5 Modelo de paridade coberta e descoberta de taxa de juros. Modelos de exportação e importação. Regimes cambiais e taxa de câmbio de equilíbrio; termos de troca. Paridade de poder de compra. 6 Curva de Phillips, expectativas racionais e inflação. 7 Teoria dos ciclos econômicos reais. 8 Mercado de trabalho – determinação dos salários no modelo novo-keynesiano e clássico e taxa natural de desemprego.

    Microeconomia: 1 Teoria do consumidor. Teoria da firma. 2 Análise de concentração e competição. Organização industrial. 3 Teoria dos jogos e leilões. 4 Falhas de mercado: informação assimétrica, seleção adversa e risco moral (moral hazard). Externalidades e bens públicos. 5 Equilíbrio geral, lei de Walras e equilíbrio de Pareto. 6 Bem-estar social. 7 Economia comportamental.

    Finanças: 1 Características de operações e instrumentos do mercado financeiro e de capitais. 1.1 Títulos emitidos pelo Tesouro Nacional. 1.2 Títulos de dívida privada. 1.3 Securitização. 1.4 Operações compromissadas. 1.5 Depósito a prazo e depósito interfinanceiro ou interbancário. 1.6 Ações. 1.7 Fundos de investimento. 1.8 Contratos futuros, a termo, swaps e de opções. 1.9 Derivativos de crédito. 2 Eficiência de Mercado. 2.1 Tipos de eficiência. 2.2 Propriedades dos mercados e dos agentes financeiros. 2.3 Estratégias de investimento. 3 Teoria de Carteiras. 3.1 Risco e retorno. 3.2 Seleção de investimentos por média-variância. 3.3 Diversificação do risco. 3.4 Fronteira eficiente. 3.5 Funções de utilidade e aversão ao risco. 3.6 Ativo livre de risco. 3.7 Custos de transações. 4 Apreçamento de ativos. 4.1 Modelo CAPM e suas extensões. 4.2 Teoria de Apreçamento por Arbitragem (APT). 5 Estrutura a termo de taxas de juros. 5.1 Principais teorias. 5.2 Taxas à vista e a termo. 5.3 Movimentos nas curvas de juros. 6 Renda fixa. 6.1 Apreçamento de instrumentos de renda fixa. 6.2 Gestão de carteiras de renda fixa. 6.3 Duration e convexidade. 7 Riscos dos fatores sociais, ambientais e de governança (ESG). 8 Risco. 8.1 Medidas de volatilidade. 8.2 VaR. 8.3 Premissas do modelo VaR. 8.4 Testes de estresse e de cenários.

    Estatística e Econometria: 1 Distribuições de probabilidade, esperança matemática, momentos, esperança condicionais. 2 Lei dos grandes números. 3 Inferência: Estimação de parâmetros por ponto e por intervalo de confiança; Testes de hipóteses; Amostragem. 4 Regressão simples e múltipla. 5 Econometria de séries temporais: Vetor auto regressivo; estacionaridade. 6 Econometria de dados em painel: Efeito fixo; Efeito aleatório. Técnicas de identificação. 7 Processos estocásticos.

    Contabilidade de instituições financeiras padrão COSIF (Plano contábil das instituições do Sistema Financeiro Nacional): 1 Princípios gerais. 2 Instrumentos Financeiros. 2.1 Operações Interfinanceiras de Liquidez, Operações com Títulos e Valores Mobiliários e Derivativos. 2.2 Operações de Crédito. 2.3 Investimentos Mantidos para Venda. 3 Arrendamento mercantil. 4 Ativos Não Financeiros Mantidos para Venda. 5 Ativo Imobilizado. 6 Ativo Intangível. 7 Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes. 8 Patrimônio Líquido e Remuneração do Capital Próprio. 9 Demonstrações Financeiras de Divulgação. 10 Conglomerado Prudencial. 11 Combinado Cooperativo. 11.1 Balancete Cooperativo. 11.2 Auditoria Cooperativa. 12 Grupos de Consórcio. 13 Empresas em Liquidação Extrajudicial. 14 Auditoria Independente.

    Cargo: Analista – Área: Tecnologia da Informação

    Ciência de dados: 1 Aprendizado de Máquina. 2 Deep learning. 3 Processamento de linguagem natural. 4 Big data. 5 Qualidade de Dados. 6 Tipos de Aprendizado: Supervisionado, Não Supervisionado, Semi Supervisionado, Por Reforço, Por Transferência. 7 Grandes Modelos de Linguagem (LLM), IA Generativa. 8 Redes Neurais. 9 MLOps: Gestão de código, treinamento, implantação, monitoramento e versionamento de modelos, automação do ciclo de produção. 10 Governança e Ética na IA: Transparência, Responsabilidade, Explicabilidade, Privacidade, Segurança, Viés.

    Segurança da informação: 1 Gestão de Identidades e Acesso: Autenticação e Autorização, Single Sign-On (SSO), Security Assertion Markup Language (SAML), OAuth2 e OpenId Connect. 2 Privacidade e segurança por padrão. 3 Principais tipos de ataques e vulnerabilidades. 4 Controles e testes de segurança para aplicações Web e Web Services. 5 Múltiplos Fatores de Autenticação (MFA). 6 Soluções para Segurança da Informação: Firewall, Intrusion Detection System (IDS), Intrusion Prevention System (IPS), Security Information and Event Management (SIEM), Proxy, Identity Access Management (IAM), Privileged Access Management (PAM), Antivírus, Antispam. 7 Frameworks de segurança da informação e segurança cibernética, como, por exemplo, MITRE ATT&CK, CIS Controls e NIST CyberSecurity Framework (NIST CSF). 8 Tratamento de Incidentes Cibernéticos. 9 Assinatura e certificação digital, criptografia e proteção de dados em trânsito e em repouso. 10 Segurança em nuvens e de contêineres.

    Engenharia de software: 1 Arquitetura de sistemas web: protocolo HTTP, HTTP/2, gRPC, WebSockets, TLS, servidores proxy, cache, DNS, balanceamento de carga, tolerância a falhas e escalabilidade em sistemas web. 2 Princípios e práticas de DevOps e DevSecOps, integração e entrega contínuas (CI/CD). 3 Técnicas de desenvolvimento seguro. 4 Testes de software: Testes unitários, Testes de Integração, TDD, BDD. 5 Arquiteturas em camadas, baseada em serviços, microsserviços (orquestração de serviços e API gateway), orientação a eventos, cliente-servidor, serverless. 6 Práticas de UX e UI design. 7 Programação assíncrona. 8 RESTful e GraphQL. 9 Web services. 10 Padrões: GoF e GRASP. 11 Git. 12 Python e Java. 13 Transações distribuídas. 14 Distributed Ledger Technology (DLT).

    Infraestrutura em TI: 1 Conceitos de infraestrutura como código e automação de infraestrutura de TI. 2 Docker, Kubernetes: boas práticas para infraestrutura e orquestração de containers. 3 Serviços de Rede Microsoft Windows Server: DNS, DHCP, Radius, Autenticação, Certificados, Active Directory (AD). 4 Monitoração, observabilidade e análise de sistemas em produção por meio do uso de ferramentas de monitoramento e logging, como o Nagios, Prometheus, Grafana, Elasticsearch, Kibana, Application Performance Monitoring (APM), entre outras. 5 Protocolos da camada de aplicação, como Simple Mail Transfer Protocol (SMTP), Hypertext Transfer Protocol (HTTP), Hypertext Transfer Protocol (HTTPS), SSL/TLS, Lightweight Directory Access Protocol (LDAP), Network File System (NFS), Server Message Block (SMB). 6 Tolerância a falhas e continuidade de operação. 7 Implantação e administração de serviços de nuvem (IaaS, PaaS e SaaS). 8 Administração e gerenciamento de ambientes de virtualização. 9 Administração e operação de sistemas operacionais Microsoft Windows Server e Linux. 10 Conceitos de LAN, WAN e SDN. 11 Conceitos e ferramentas de orquestração e automação de infraestrutura: Puppet, Ansible.

    Banco de dados: 1 SGBDs SQL e NOSQL. 2 Modelagens de dados: relacional, multidimensional, nosql. 3 SQL (Procedural Language / Structured Query Language). 4 Arquitetura de Inteligência de Negócio: DataWarehouse, DataMart, DataLake, DataMesh.

    Gestão em TI: 1 Kanban. 2 Scrum. 3 Governança de Dados. 4 ITIL v4. 

    Resumão

    • Órgão: Banco Central do Brasil;
    • Situação: Inscrições encerradas;
    • Banca: Cebraspe;
    • Níveis: Superior;
    • Cargos: Analista;
    • Vagas: 100; 
    • Iniciais: R$20.924,80;
    • Provas: 19 de maio de 2024.

    Tudo o que você precisa saber do mundo dos concursos públicos em um só lugar!

    Entre agora para o grupo de notícias do IMP Concursos no whatsapp e fique por dentro de todas as novidades em tempo real! Clique no botão abaixo:

    QUERO FICAR BEM INFORMADO

    Voltar para o blog

    Ficou com alguma dúvida?

    Entre em contato com o nosso atendimento