ATENDIMENTO: 0800 602 67 69

Como fazer revisão para concursos públicos?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

O adiamento das provas por causa do COVID-19 pode ser um importante aliado para a sua aprovação.

Por causa da pandemia muitos concursos públicos, que estavam em andamento e com provas agendadas, foram adiados. Mas isso é de longe um motivo para perder o ânimo e relaxar em relação aos estudos. Está na hora de fazer do limão uma limonada. Afinal, você já pensou que esse adiamento pode se transformar em um tempo maior para sua preparação? Pois é, no artigo de hoje, o blog vai trazer dicas de revisão de conteúdo para as provas de concursos públicos.

Segundo explica nosso professor, Décio Sousa, servidor público há 10 anos e especialista nas matérias de raciocínio lógico, matemática, estatística e gerenciamento de estudos de alta performance, a nossa memória, salvo algumas exceções, absorve informações através da emoção ou pela repetição.

No caso de conteúdo para o aprendizado, a repetição é o caminho que vai levar o aluno a fixar a matéria que está estudando, pois a repetição leva à absorção do máximo de conteúdo possível.

“É sabido que esqueceremos as informações com o passar do tempo, mas não podemos precisar um prazo determinado, pois varia caso a caso”, relata ele. Por isso, nosso especialista ressalta a relevância de traçar estratégias de revisão para que o nosso cérebro entenda o que deve ser armazenado.

Então, fica claro que o foco precisa ser naquilo que realmente será cobrado no dia da prova, afinal os editais são extensos, e se o aluno não priorizar, vai acabar se perdendo em meio a tanto conteúdo.

“Se o aluno seguir o que chamamos de CICLO ESPECÍFICO DE ALTA PERFORMANCE, que consiste em focar nos assuntos que “realmente são cobrados”, dispensar tópicos que não tem incidência em prova, fazer revisão semanal dos assuntos já estudados, será POSSÍVEL SIM estudar o que é cobrado no edital”, afirma Décio.

Então vamos ao que interessa, as dicas de quem entende para você aplicar e alcançar a aprovação.

• Inscreva-se na Mentoria para PCDF!

Atenção: VAGAS LIMITADAS!

Com tanto conteúdo para estudar e revisar, o aluno precisa se organizar. Então, explica como montar um ciclo bem definido de revisões?

A organização é fundamental. Primeiramente, é necessário montar um plano de estudos com a correta divisão do assunto pelo tempo disponível. Sugiro determinar, também, pelo menos um dia da semana para a revisão de todo o conteúdo já finalizado. Por conseguinte, o aluno deve realizar esquemas/resumos com o amparo de muitas questões de provas anteriores. E por fim, no dia determinado para a revisão no plano de estudos, o aluno deverá revisar o material produzido.  

Existe tempo diferente a ser dedicado à revisão para alunos iniciantes e alunos mais experientes?

Sim. Até mesmo pelo fato de que os alunos mais experientes otimizam mais o tempo. Alunos iniciantes devem reservar um tempo maior para a revisão.

Alguns criam uma diferença entre os métodos e as técnicas de revisão, o que causa uma certa confusão na cabeça dos concurseiros. Qual sua opinião sobre isso?

Bom, particularmente, não vejo diferença entre método, técnica, etc. Na minha opinião, revisão é “uma coisa só” e deve ser simples e objetiva. Deu certo comigo e com todos os meus alunos que, inclusive, já conquistaram seus cargos públicos. 

• Saiba mais sobre o Coaching 2.0

Quais são os métodos mais eficazes de revisão?

Não há formula mágica, a aprovação em concursos requer disciplina e muita dedicação. Estudar por esquemas, resumos feitos com apoio de questões de provas anteriores e revisão semanal dos esquemas/resumos são ótimos caminhos.

O aluno precisa entender que o estudo deve ser feito de maneira estratégica e eficiente. Fazer simulados semanais e observar se está alcançando no mínimo 80% de acertos. Lembrar que a revisão deve ser feita toda semana até perceber que já está dominando 100% os assuntos. Depois retirar do ciclo de revisão os tópicos que já não tem nenhuma dificuldade e priorizar os assuntos que ainda carecem de maior dedicação. 

Qual a dica preciosa de revisão que você poder deixar para os alunos que tiveram suas provas de concursos adiadas?

Priorizar a revisão dos assuntos que o aluno ainda não domina 100% do conteúdo.

Os cursos por matérias e de exercícios são boas alternativas de revisão e fixação de conteúdo?

Eu digo que são imprescindíveis. 

Professor, você está à frente da mentoria do IMP Concursos focada para as matérias exatas da PCDF. Como funciona a mentoria para potencializar a revisão de conteúdo dos alunos?

O aluno terá um “professor particular” para sanar todas as dúvidas apresentadas. Além disso, o professor irá direcionar os pontos exatos que o aluno deve focar, além de ensinar a maneira mais eficaz de estudar tais matérias.

Essa mentoria funciona de acordo com o nível do aluno?

Exatamente. Logo no início, será realizado um Simulado Diagnóstico para que saibamos em nível ele está. 

• Inscreva-se na Mentoria para PCDF!

Atenção: VAGAS LIMITADAS!

E para finalizar, conta para gente os erros mais comuns cometidos pelos candidatos.

Com toda a minha experiência eu vou destacar três falhas muito comuns cometidas pelos alunos de uma forma geral. São elas:

  • Não entender que revisar não é estudar o assunto novamente;
  • Não produzir esquemas/resumos eficientes;
  • Não priorizar a resolução de questões.

• Saiba mais sobre o Coaching 2.0

Veja também:

Categorias

Notícias recentes

Curta o IMP Online

Fique por dentro

Se inscreva já pra receber as notícias em primeira mão!

Concursos em Destaque